Pesquisar neste blogue

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Máquina de café Dimobilli


Percebi que esta máquina está realmente a fazer furor! Não é para menos.
Além de ser muito versátil, esta maquineta, por aquilo que me apercebi, é de concepção portuguesa, o que ajuda um bocadinho a nossa pobre economia... Tento sempre comprar o que é português. «Ajudo-me» duplamente, pois os produtos têm tendência a ser mais baratos e a «nossa balança de importação» não agrava, já para não falar no investimento às nossas empresas por via indirecta.
Esta máquina de café é de venda exclusiva na Rádio Popular, como disse num outro post sobre o assunto, e dá para cápsulas de marcas como Delta e Dolce Gusto e para pó e pastilhas.
O preço é de € 149,90.
Boa escolha!

14 comentários:

  1. comprei esta maquina a dias e tive alguns contratempos com ela mas agora esta 5* uso e recomendo :)

    ResponderEliminar
  2. Queria comprar uma máquina destas, mas fiquei um pouco desconfiada da potência da máquina. A maioria das máquinas de café expresso variam entre 1000w e 1600w e esta tem apenas 700w. Algures na internet vi uma opinião de que no mínimo um máquina de café expresso devia ter 1000w. Há uns dias foi à Radio Popular experimentar esta máquina e pareceu-me sair o café um pouco frio. Talvez não desse tempo para a máquina aquecer, ou terá mesmo a ver com a potência da máquina? É provavél que a máquina consiga atingir a temperatura desejada, mas levará mais tempo precisamente pela baixa potência. Agradecia que alguém que já tenha utilizado esta máquina me esclarecesse esta situação.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A máquina tem 1200w. O café sai quente e bastante saboroso. Ja para não falar da poupança de dinheiro em relação as outras máquinas de cápsulas.

      Eliminar
  3. Cara ceci_alex, o café sair frio tem mais a ver com a chávena do que com a máquina. Escaldar a chávena e usar uma de porcelana de espessura fina ajuda bastante. Até umas que agora existem de pirex são bastante boas. Resta-me saber em que circunstâncias «apreciou» o seu café. As máquinas com «muitos watts» normalmente são para café de grão, trazem um moinho incorporado, ou então aquecem com muita rapidez e são para tirar muitos cafés seguidos, mas, contudo, não há nada como o gosto e valor que cada um dá às coisas...
    ...Eu preferiria sem dúvida a flexibilidade à rapidez e a variedade à quantidade! Isto tudo porque aqui não está em cauda a qualidade do café.

    ResponderEliminar
  4. Cara Susana Arnaud, antes de mais obrigado por ter respondido. Segundo comentários que tenho visto em fóruns, o melhor café é sem dúvida o da Nespresso. O problema é que as máquinas da Nespresso limita-nos a cápsulas, que por sua vez são muito caras. Por outro lado, eu não posso tomar café, embora o meu namorado e visitas tomam. Daí que convinha que a máquina permitisse outras opções. Já provei o descafeinado da DeltaQ na Dimobilli e o chocochino da Dulce Gusto na Krups Dolce Gusto e ambos num copo de plástico. Gostei de ambos, a grande diferença que notei entre estas duas máquinas, é que na Dimobilli, que tem praticamente metade da Potência do que a Krups, o descafeinado vinha muito mais frio do que o Chocochino da Dulce Gusto. Daí que fiquei com a ideia que provavelmente a potencia da máquina poderá fazer diferença na temperatura do café. Sei que o sistema de aquecimento é o mesmo (termobloco) e que tem 19 bares de pressão (melhor do que as da Dolce Gusto e igual às da Nespresso), o que determina em grande parte a qualidade do café. A minha única dúvida é em relação à temperatura de saída do café.

    ResponderEliminar
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  6. Não recomendo a máquina a ninguém!!! Comprei em Dezembro de 2013.O café em pó tem de se pôr imenso e muitas vezes sai fraquíssimo, tendo de se fazer novamente outros. As capsulas da Delta (únicas que se podem utilizar) rebentam.
    Já fomos 3 vezes à Radio Popular reclamar, pelo que me disseram que de facto tem havido reclamações nas capsulas da Delta, rebentam e sai o café péssimo. Em relação ao café em pó gasta-se o dobro de uma máquina normal. PÉSSIMA COMPRA! E não devolvem o dinheiro!

    ResponderEliminar
  7. Comprei uma Dimobilli D2 e estou extremamente satisfeita! Acho esta máquina brilhante! Uso mais café em pó e o café sai bem cremoso e saboroso. Também experimentei com pastilhas (ainda tinha em casa por causa da minha ultima máquina) e saíram lindamente! À dias comprei as cápsulas da Dolce Gusto (a minha filha adora o nesquik) e as da Delta que o meu marido tanto aprecia. O café saiu lindamente! Adorei esta máquina, recomendo vivamente. Já disse à minha irmã para ir à Radio Popular e comprar uma também!!!

    ResponderEliminar
  8. Desaconselho a compra desta máquina... comprei há coisa de um ano e fiz extensão de garantia; hoje fui à loja pela quarta vez trocar a máquina, a máquina tem sempre problemas, deita água para fora, ou o manipulo para pôr a máquina a funcionar não funciona... cada vez que lá vou trocam por uma máquina nova mas todas acabam por apresentar os mesmíssimos problemas! A máquina seria muito boa SE TIVESSE DURABILIDADE, coisa que não tem... as suas funções são excelentes, mas está sempre a avariar... e dizem que não trocam por vale/dinheiro... só o que gasto em combustível de lá ir todas as vezes trocar... estou presa a uma máquina que só dá prejuízo e não beneficio nada com ela, sei que 118€ já a Radio Popular os tem da máquina e da extensão de garantia, e eu fiquei muito mal servida e prejudicada.

    ResponderEliminar
  9. Embora este Post seja antigo, tenho uma maquina destas que adquiri por 99€ com extensão de garantia. Nos dois Anos não tive absolutamente nada a apontar a esta maquina. Quer a nivel de capsulas como de café em pó o unico senão na minha opinião é ser um café de cada vez em vez de dois mas isto já é uma questão que se fosse com qualuqer outra maquina de capsulas se manteria.
    Ao fim dos 2 anos da garantia entrou no periodo de extensão aí sim tive um problema com as capsulas a maquina possui um sistema de agulha que faz o furo na capsula e essa mesma agulha ficou romba, de modo que não saia o café, e a agua vinha por fora e tal.
    Estou a espera do vale e vou buscar outra. igual e fazer de novo extensão.

    Cada um de nós terá a sua opinião baseada na sua experiencia e gosto de utilizador.

    Bom fim de semana a todos!

    ResponderEliminar
  10. Alguém me pode informar como consigo tirar um bom café com o manípulo para café em pó? É que, cada vez que o faço, o filtro fica entupido e já não consigo tirar um segundo café sem uma boa lavagem do mesmo (não basta sacudir a "borra" como se faria numa máquina com os manípulos convencionais). Se não o fizer a máquina começa a "babar-se " toda e a espirrar café por todos os lados menos por onde devia... Por certo devo estar a fazer alguma coisa mal...

    ResponderEliminar
  11. As cestinhas em plástico para conter doses de café prontas a usar (como se fosse uma pastilha) também entopem facilmento o filtro. Soluciono isto com a junção de 2 rodelas de filtro em papel - uma por baixo e outra por cima... Mas isto dá um pouco de trabalho! Não estão previstos "cestos" mais eficientes - já agora com a forma das cápsulas da "nespresso"?...

    ResponderEliminar
  12. O que me parece ser a ideia por detrás da conceção desta máquina - a "liberdade", é para mim magnífica. Aprimorar é preciso!

    ResponderEliminar